quarta-feira, 6 de outubro de 2010

silêncios da alma


- Cê tá feliz?
- Porque?
- Curiosidade. Mas, responde, cê tá feliz?
- Tô, claro que tô feliz. Porque não estaria?
- Eu não te faço feliz.
- Porque tá dizendo isso? Não sou uma das pessoas mais alegre que você conhece?
- Você sempre sorri, sempre tem uma canção na ponta da língua.
- Então, sou contente...
- Verdade. Ri de tudo. Mas, quando acha que não está sendo observado fica pensativo.
- Eu penso demais. Isso não significa nada. Eu sou feliz e ponto final.
- É. Até pode ser. Mas, são seus olhos.
- O que tem eles?
- Eles não brilham mais.

6 comentários:

  1. Bom, eu sou feliz quando você retorna!

    ResponderExcluir
  2. estou com o Edu
    eu sou feliz qndo vc retorna [2]

    ResponderExcluir
  3. I'm appreciate your writing skill.Please keep on working hard.^^

    ResponderExcluir
  4. talvez você se divirta em http://papopoetico.blogspot.com/
    A poesia é necessária
    Tudo de bom

    ResponderExcluir